Ministério com Crianças

Posts tagged ‘crianças de 2 a 4 anos’

Jesus acalma a tempestade – Atividade para Crianças de 2 a 11 anos

A atividade de hoje é sobre a fé.

A referência bíblica é Mateus 8:23-27.

Mateus 8

23 Entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram.

24 De repente, uma violenta tempestade abateu-se sobre o mar, de forma que as ondas inundavam o barco. Jesus, porém, dormia.

25 Os discípulos foram acordá-lo, clamando: “Senhor, salva-nos! Vamos morrer!”

26 Ele perguntou: “Por que vocês estão com tanto medo, homens de pequena fé?” Então ele se levantou e repreendeu os ventos e o mar, e fez-se completa bonança.

27 Os homens ficaram perplexos e perguntaram: “Quem é este que até os ventos e o mar lhe obedecem?”

JESUS ACALMA A TEMPESTADE - Atividade para Crianças de 4 a 11 anos

Para ilustrar a atividade, siga o passo a passo:

1º – Faça um barquinho de papel. Conforme ilustrado abaixo:

2º – Faça uns bonequinhos com palito de sorvete para demonstrar os discípulos

Você pode recortar as imagens abaixo, pintar e depois colar nos palitos de sorvete.

3º – Providencie um papel celofane azul e amasse para ilustrar o mar.

Jesus acalma a tempestade – Atividade para Crianças de 2 a 11 anos

A atividade de hoje é sobre a fé.

A referência bíblica é Mateus 8:23-27.

Mateus 8

23 Entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram.

24 De repente, uma violenta tempestade abateu-se sobre o mar, de forma que as ondas inundavam o barco. Jesus, porém, dormia.

25 Os discípulos foram acordá-lo, clamando: “Senhor, salva-nos! Vamos morrer!”

26 Ele perguntou: “Por que vocês estão com tanto medo, homens de pequena fé?” Então ele se levantou e repreendeu os ventos e o mar, e fez-se completa bonança.

27 Os homens ficaram perplexos e perguntaram: “Quem é este que até os ventos e o mar lhe obedecem?”

JESUS ACALMA A TEMPESTADE - Atividade para Crianças de 4 a 11 anos

Para ilustrar a atividade, siga o passo a passo:

1º – Faça um barquinho de papel. Conforme ilustrado abaixo:

2º – Faça uns bonequinhos com palito de sorvete para demonstrar os discípulos

Você pode recortar as imagens abaixo, pintar e depois colar nos palitos de sorvete.

3º – Providencie um papel celofane azul e amasse para ilustrar o mar.

Lição sobre o Segundo Capítulo de João – Jesus transforma água em vinho – Qualquer idade

Fonte: http://professoresnaebd.blogspot.com.br

Jesus Transforma a Água em Vinho

Para o Professor:
A visita de Jesus a um casamento em Caná da Galiléia mostra que Ele era bem diferente de João Batista, que vivia sozinho no deserto comendo mel e gafanhotos. Jesus convivia com pessoas, mas jamais esqueceu de Sua missão maior na terra, a cruz.
Operando Seu primeiro milagre num casamento, segundo o Evangelho de João, Jesus mostra o valor do casamento. Ele também reconheceu a situação difícil dos anfitriões – acabou o vinho! Jesus supriu a necessidade dando um vinho ainda melhor.
Professor, quando surgirem problemas em seu lar, busque sempre a orientação e ajuda de Jesus. Só Ele pode restaurar e dar algo melhor.

Leitura Bíblica: João 2:1-12
Versículo para Decorar: “Eu estarei com vocês todos os dias”. (Mt 28:20).
Ensino Principal: Deus promete estar conosco todos os momentos da nossa vida.
Objetivo: Que a criança salva saiba que Jesus sempre está ao nosso lado e nos ajuda.

Material: 
  • Uma jarra com um pouco de suco de uva, mas o suficiente para que todos tomem um pouquinho do suco.
  • Um par de alianças, um véuzinho de noiva, uma gravatinha borboleta ( Podem ser feitos de EVA)
  • Uma jarra para fazer suco, com um pacotinho de suco de uva  (As crianças não poderão saber que o pó estará dentro da jarra) (Cuidado pois algumas marcas já vem adoçadas)
  • Uma ou duas garrafinhas de refrigerante, dependendo da quantidade de crianças.
  • Uma Bíblia aberta nesta passagem, com uma vela acesa ao lado e flores
  • Uma mesinha arrumada, com toalhas limpas, para expor este material
  • Sorteie um menino e uma menina para representarem o noivo e a noiva, usando o véu e a gravatinha neles.

 

Introdução
(Professor, dê um pouquinho de suco de uva para as crianças, depois pergunte quem quer mais. Diga que o suco acabou, e que foi assim que aconteceu numa festa. Tome cuidado par anão deixar nenhuma criança sem tomar este pouquinho de suco.)
Desenvolvimento
Vocês todos já foram a uma casamento? Que aconteceu depois do casamento, teve festa? Certa vez, Jesus e Sua mãe, e até os Seus discípulos, foram convidados para um casamento. Depois do casamento teve uma grande festa, com muita comida e bebida. Naquele tempo não havia refrigerante e nas festas só bebiam vinho.
Tudo estava indo bem até que no meio da festa aconteceu algo muito ruim, o vinho acabou. O mordomo da desta, ou seja, a pessoa encarregada de dirigir tudo na festa ficou preocupado. Os convidados procuravam vinho e não encontravam. Que fazer agora? Parece que naquela hora não havia nenhum lugar para comprar mais vinho. Ai, que coisa chata!
Já imaginou, quando sua mãe fizer uma festa de aniversário para você e antes de cantar “Parabéns a você” alguém procura mais refrigerante e não tem? O que sua mãe faria? 
(Deixe que as crianças digam ou imaginem o que aconteceria. Depois de algum tempo continue a lição.)
Maria, a mãe de Jesus, vendo que o vinho havia acabado, foi falar com Jesus e disse-Lhe: (leia na Bíblia Jo 2:3). Ela foi procurar Jesus porque sabia que só Ele poderia ajudar.
Então Jesus mandou que os ajudantes da festa enchessem seis potes grandes de água. Eles encheram até a boa. Então, Jesus disse aos ajudantes: “Agora tirem um pouco de água desses potes elevem ao dirigente da festa”.

Sabem o que aconteceu? 
Neste momento, faça a 2° parte da dinâmica. Comece a colocar água na jarra e o líquido cor de vinho vai surgindo. Como num Milagre. Por isso é importante que as crianças não vejam o pó na jarra antes do início do encontro. Continue a historia …
 Quando o dirigente da festa provou a água, ela havia transformado em vinho. Ele gostou muito e ficou surpreso porque sempre o melhor vinho era servido no começo da festa. E aquele vinho que Jesus transformou era melhor do que o servido antes. Este foi um milagre que Jesus fez.

 

Conclusão
 Vocês viram o que Jesus fez para ajudar naquela festa? Ele não precisaria ajudar, pois era apenas um convidado. Mas sabem? Jesus se preocupa com todas as coisas, principalmente quando temos um problema. Ele sempre está ao nosso lado para nos ajudar, até nas pequenas coisas.

Início – Lições sobre o Livro de João – Capítulo 2 – Palavras ao Professor

Terminamos o Primeiro Capítulo de João, com várias atividades para várias idades.

Agora, iniciaremos as lições sobre o Segundo Capítulo.

 

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE O SEGUNDO CAPÍTULO DE JOÃO:

 

– Primeiro milagre de Jesus (Jesus transformou água em vinho);

– Jesus se ira com o comércio no templo;

– Jesus menciona sua ressureição quando diz que o santuário seria derrubado e seria levantado em três dias.

 

Alguns aspectos interessantes sobre o primeiro milagre de Jesus (As bodas de Canãa)

* O primeiro milagre aconteceu em um casamento.

* As situações podem mudar porque Jesus transforma as coisas.

A visita de Jesus a um casamento em Caná da Galiléia mostra que Ele era bem diferente de João Batista, que vivia sozinho no deserto comendo mel e gafanhotos. Jesus convivia com pessoas, mas jamais esqueceu de Sua missão maior na terra, a cruz.
Operando Seu primeiro milagre num casamento, segundo o Evangelho de João, Jesus mostra o valor do casamento. Ele também reconheceu a situação difícil dos anfitriões – acabou o vinho! Jesus supriu a necessidade dando um vinho ainda melhor.

Professor, quando surgirem problemas em seu lar, busque sempre a orientação e ajuda de Jesus. Só Ele pode restaurar e dar algo melhor.

(Texto em destaque tirado do Blog – http://professoresnaebd.blogspot.com.br)

Vou postar várias atividades sobre o assunto para diversas idades.

 

Jesus se ira com o comércio no templo

Quando Jesus expulsou os cambistas e vendedores de animais do Templo, Ele demonstrou muita emoção e raiva (Mateus 21:12-13, Marcos 11:15-18, João 2:13-22). A emoção de Jesus foi descrita como “zelo” pela casa de Deus (João 2:17). Sua raiva era pura e completamente justificada porque na sua raiz estava uma preocupação pela santidade e adoração de Deus. Porque estas estavam em jogo, Jesus tomou uma ação rápida e decisiva. Jesus mostrou raiva outra vez na sinagoga de Cafarnaum. Quando os fariseus se recusaram a responder às perguntas de Jesus, “Irado, olhou para os que estavam à sua volta e, profundamente entristecido por causa dos seus corações endurecidos…” (Marcos 3:5).

Muitas vezes enxergamos a raiva como uma emoção egoísta e destrutiva que devemos erradicar da nossa vida completamente. No entanto, o fato de que Jesus algumas vezes ficou irritado indica que a raiva em si, como uma emoção, é amoral. Isso é confirmado em outras partes do Novo Testamento. Efésios 4:26 nos instrui: “Quando vocês ficarem irados, não pequem” e não deixem que o sol se ponha sobre a sua ira. O comando não é para “evitar a ira” (ou suprimi-la ou ignorá-la), mas para lidar com ela corretamente e em tempo hábil. Os seguintes fatos sobre as exibições de raiva de Jesus devem ser observados:

1) A Sua ira tinha a motivação adequada. Em outras palavras, Ele irritou-se pelas razões certas. A ira de Jesus não resultou de brigas mesquinhas ou de uma falta de consideração contra Ele. Não houve egoísmo envolvido.

2) A Sua ira tinha o foco adequado. Ele não estava zangado com Deus ou com as “fraquezas” de outras pessoas. Sua raiva tinha como alvo o comportamento pecaminoso e a verdadeira injustiça.

3) A Sua ira tinha o suplemento adequado. Marcos 3:5 diz que a Sua ira foi combinada com tristeza pela falta de fé dos fariseus. A ira de Jesus originou-se do amor pelos fariseus e preocupação com a sua condição espiritual. Não tinha nada a ver com ódio ou má vontade.

4) A Sua ira tinha o controle adequado. Jesus nunca estava fora de controle, mesmo quando irado. Os líderes do templo não gostaram da Sua purificação do templo (Lucas 19:47), mas Ele não tinha feito nada pecaminoso. Jesus controlou as Suas emoções e não ao contrário.

5) A Sua ira tinha a duração apropriada. Ele não permitiu que a Sua ira se transformasse em amargura e nem guardou rancor. Ele lidou com cada situação de forma adequada e cuidou da raiva em tempo hábil.

6) A Sua ira tinha o resultado certo. A ira de Jesus tinha a consequência inevitável de uma ação piedosa. A raiva de Jesus, assim como todas as Suas emoções, foi expressada de acordo com a Palavra de Deus; sendo assim, a resposta de Jesus alcançou a vontade de Deus.

Quando ficamos com raiva, muitas vezes temos um controle inadequado ou um foco inadequado. Geralmente falhamos em um ou mais dos pontos acima. Esta é a ira do homem, da qual nos é dito: “Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus” (Tiago 1:19 – 20). Jesus não exibiu ira semelhante à do homem, mas a perfeita e justa indignação de Deus.

(Comentário tirado do site http://www.gotquestions.org/portugues/Jesus-raiva.html)

Devemos mostrar às crianças que podemos ter raiva desde que com controle, mas que o melhor nesse aspecto é conversar e esclarecer.

Postarei atividades sobre este aspecto.

 

Jesus disse que o santuário seria derrubado e em três dias levantado

Só após a ressureição de Jesus é que os discípulos foram entender o que Jesus tinha mencionado.

 

 

 

 

 

 

Atividade sobre João Batista – “João Batista dizia” – Crianças de 2 a 4 anos

Galeria

Atividade sobre o Batismo – Comparar com o Batismo de Jesus – Crianças de 2 a 8 anos

Você pode utilizar essa lição mostrando aos alunos que o Batismo de Jesus é igual ao que praticamos nas igrejas. Igual ao nosso.

Lembrancinhas para Lição sobre João Batista – qualquer idade

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: